Novas do Gil
Pesquisa

2019 – ANO INTERNACIONAL DA TABELA PERIÓDICA
Por Carla Manuela Mendes (Professora), em 2019/02/2021 leram | 0 comentários | 4 gostam
Há cerca de 150 anos,em 1869, o químico russo Dmitri Mendeleiev criou a primeira Tabela Periódica dos Elementos Químicos, facto que levou a Organização das Nações Unidas (ONU) a proclamar 2019 como o ANO INTERNACIONAL DA TABELA PERIÓDICA!
Pois esta tabela que agrupa e organiza os elementos químicos de acordo com as suas propriedades era há cerca de 150 anos apenas constituída 63 elementos químicos conhecidos mas tem crescido e, por isso, hoje, a tabela soma já 118 elementos, e entre os quais, consta o Mendelévio (Md), nome que simpaticamente atribuiriam ao elemento atómico nº. 101, em honra de Dmitri Mendeleiev.
De facto, o Mendelévio é um dos 15 elementos do grupo dos actinídeos. Sim, porque os elementos estão organizados em vários grupos, entre os quais os mais numerosos são os metais, sólidos e/ou líquidos. Sim, porque realmente há metais líquidos, como o mercúrio (Hg), que bem conheces dos termómetros ou barómetros, pois como sabes os metais são bons condutores de calor e de eletricidade.

Mas deixem-me que vos apresente alguns, começando pelos mais badalados e chamados metais do pódio, que querem estar sempre à frente?
De facto, o ouro (Au), a prata (Ag) e o cobre (Cu) achavam-se mais importantes e querem sempre estar à frente! Principalmente o ouro que todo brilhante e carregado de pulseiras colares e anéis quer sempre exibir a sua importância e a conquistar mais una medalha de ouro! Mas, claro, todos, gostam do ouro e muitas histórias se contam sobre este precioso metal. Recordemos a recente saga cinematográfica “O Senhor dos.Anéis”, a história bíblica do bezerro de ouro, a busca do Santo Graal ou a estória do rei Midas, contada por Ovídio nas “Metamorfoses”, a quem os deuses concederam o desejo de transformar em ouro tudo o que tocasse.
Eu conto um pouco da estória:
“Em seguida, como o deus lhe concedeu o que queria, voltou para casa, contente, e resolveu experimentar o dom recém-adquirido. Tudo correu bem até à hora de almoço. Quando Midas quis levar um pedaço de pão à boca, apenas encontrou um bocado de ouro. E também o vinho se transformou em metal. Midas implorou a Dionísio que lhe retirasse esse dom pernicioso. Dionísio acedeu e disse-lhe que lavasse a cabeça e as mãos na nascente do Pactolo. Midas fê-lo e imediatamente o dom o abandonou. Mas as águas do Pactolo ficaram carregadas de laminazinhas de ouro”.
Como vês nem tudo que brilha é ouro!...

Mas não só os metais, em especial o ouro, tem o estatuto de nobreza! Com efeito, existem também os gases nobres como o hélio (He), o criptónio (Kr) e outros afins, que no fundo têm estatuto de nobreza!
Bem, questões de feitio, pois como se sabe cada grupo lá tem as suas manias, propriedades características próprias e importância …
Mas, o fósforo (P) é outro elemento que também deveria estar mais à frente, no top ten de 2019! Afinal faz 350 anos! Realmente, descoberto em 1669 pelo alemão Hemming Brand ,este não metal achava que merecia um lugar de destaque pelo seu aniversário. E até que os restantes elementos lhe cantassem os parabéns! Aliás, questionava: haveria elementos mais importantes que ele próprio ou. o oxigénio (O)?!

Mas, no fundo os elementos lá se iam entendendo na mesma tabela, embora alguns grupos fossem mais ou menos compatíveis entre si. E agora já eram 118,os últimos dos quais descobertos em 2016:, como o Nihonium (Nh), o Moscovio (MC), o Téneso (Ts) e o Oganesso (Og). Mas consta que outros andam por aí, à espera da sua vez! Afinal, crê-se que a atual Tabela Periódica contém apenas 5% dos elementos e que muito há ainda desconhecido na última fronteira que ainda está por chegar: o espaço!
Mas, para já, 118 elementos, dos quais 94 existem na natureza e os restantes sintetizados em laboratório, sobre os quais vamos certamente ouvir falar em 2019, pois a química vai estar na rua este ano!

Bem, neste ano de 2019,ficava-te bem adotar um elemento ou um químico. Quais escolherias?
E, claro, fazer experiências q.b. … Quem sabe não descobres um outro elemento ou novas fórmulas para explorar o teu QI. ..


Texto
de
Álvaro Nunes

Mais Imagens:

Comentários

Escreva o seu Comentário