Novas do Gil
Pesquisa

MIÚDOS A VOTOS
Por António Lourenço (Professor), em 2018/01/0915 leram | 0 comentários | 2 gostam
Numa organização da Rede de Bibliotecas Escolares e da revista Visão Júnior, os alunos das escolas portuguesas poderão votar nos livros mais fixes, dando continuidade à iniciativa “Miúdos a Votos”, que teve início no ano anterior.
De facto, nesta segunda edição da iniciativa, todos os alunos do 1º. ao 9º. ano de escolaridade, podem participar e candidatar-se até 22 de janeiro. Para o efeito, a escola tem de se inscrever e os alunos terão de preencher um formulário disponível, em ambas as situações através do endereço eletrónico www.visaojunior.pt.
O objetivo desta iniciativa é “saber quais são os livros que os alunos portugueses mais gostam” e “dar-lhes a oportunidade de defenderem as suas ideias em público, de forma criativa”. Com efeito, “os alunos defenderão publicamente o livro que mais gostam” e “poderão fazê-lo em sessões de esclarecimento ou comícios (na sala ou na biblioteca), material de propaganda (cartazes, folhetos, pins, brincadeiras) ou programas de rádio e televisão (nos meios digitais)”. Como é óbvio e complementarmente, o evento visa também “ajudar a perceber o que são umas eleições, como se organizam e para que servem”.
Promover a leitura e a cidadania são simultaneamente as finalidades da ocorrência, encontrando-se ainda previsto, ao longo do ano letivo, no respeita à campanha eleitoral, a disponibilização às escolas de material de apoio “que lhes permita dar a esta ação o caráter de um processo eleitoral político”. Aliás, a Visão Júnior “vai fazer a cobertura da campanha eleitoral” pelo que “os projetos desenvolvidos pelos alunos serão vistos por muita gente, e não apenas pelos alunos daquela escola, pois estas serão eleições nacionais!”.
Quanto ao calendário da iniciativa e após as inscrições e preenchimento dos formulários até 22 de janeiro, posteriormente, e até 1 de março, será divulgada uma lista por cada ciclo de ensino dos livros que estarão na votação nacional, decorrendo a campanha eleitoral nas escolas entre 5 de março e 21 de abril, cujos tempos de antena serão transmitidos na Radio Miúdos. Entretanto, a 23 de abril, Dia Mundial do Livro, todas as escolas inscritas vão a votos, sendo as eleições organizadas pelos próprios alunos.
Finalmente, em junho, numa cerimónia pública especificamente organizada para o efeito, serão apresentados os livros vencedores de cada ciclo.
Esta iniciativa conta ainda com o apoio da Comissão Nacional de Eleições, Plano Nacional de Leitura, Pordata e Rádio Miúdos.
Informações adicionais encontram-se ainda disponibilizadas, para além do endereço eletrónico citado, no e-mail miudosavotos@visao.impresa.pt

Recorde-se que no ano transato o pódio ficou ocupado pelos seguintes livros e autores:
- no 1º. ciclo: “O Principezinho” de Antoine de Saint-Exupéry; “Porque é que os animais não conduzem” de Pero Seromenho e “O Tubarão na banheira” de David Machado:
- no 2º. ciclo: “A Avozinha Gangster” de David Williams; “Harry Potter e a Pedra Filosofal” de J. k. Rowling e “O Principezinho” de Antoine de Saint-Exupéry;
- no 3º. ciclo: “A culpa é das estrelas” de John Green; “O Diário de Anne Frank”, de Anne Frank e “O rapaz de pijama às riscas” de John Boyne, estes dois últimos com ação situada no decurso da II Grande Guerra Mundial e centrada na perseguição nazi aos judeus.

Basta mobilizar a escola, os professores e os alunos …


Comentários

Escreva o seu Comentário